© 2020   |   reginabittar.com.br    |    falecom@reginabittar.com.br

logo-ico.png

    Vamos Refletir Sobre A Pausa?

    Você já parou para perceber as pausas que fazemos na nossa fala? Em como a pausa é usada?


    Tome este momento para refletir comigo.


    Por Que Precisamos Da Pausa?

    A pausa é usada para descansar, para respirar. Afinal, é um momento de silêncio.

    É usada na música, na oratória, na locução, e também em nossas vidas.

    Esse momento de silêncio, essa interrupção no movimento da ação carrega todas as possibilidades do momento seguinte.

    Podemos explicar isso melhor fazendo uma alusão às cores.


    O branco, a junção de todas as cores, é a ação, o movimento e a palavra.

    Já o preto, ausência de cores, é o silêncio, o buraco negro. Onde reside todas as intenções do próximo momento.

    Qual A Importância Da Ausência?

    Em um texto, a ausência da palavra, esse momento de silêncio, captura nossa atenção para a palavra. Isto é, para o instante seguinte.

    Nossa mente faz uma tentativa de adivinhar o que virá a seguir. Ela subentende o contexto e começa a prestar atenção. Até para saber se a ideia bateu com o que estava pensando.

    Por isso a pausa, quando bem usada, se destaca.

    Um Exemplo Da Pausa Na Publicidade

    Uma publicidade que usou isso com muito sucesso é da Mastercard, na voz de Edinho Moreno:

    Fazer aquilo que se gosta, não tem preço.

    Essas propagandas tiveram muito êxito simplesmente por terem usado a pausa na hora certa.

    A Pausa No Texto

    A Vírgula

    Em um texto, a pausa é marcada pelas vírgula. E mudam completamente o significado se colocadas em outro lado.

    Por exemplo:

    Vamos ganhar tudo, foi resolvido. Vamos ganhar, tudo foi resolvido.

    Perceba que, ao mudar a vírgula de local, mudou-se toda a intenção da fala.

    Portanto, a vírgula é uma pausa que vem com uma sequência do momento seguinte. Está junta da primeira ideia.

    Ponto E Vírgula

    O ponto e vírgula, por sua vez, é uma pausa um pouco maior. Faz alusão à ideia anterior e é complementária a ela. Mas não faz parte do contexto:

    Em São Paulo, chove; em Goiás, faz sol.

    Aqui, faz-se um complemento à primeira ideia, mas há dois contextos diferentes, separados por uma vírgula/pausa:

    Em São Paulo, chove; Em Goiás, faz sol.

    Quer mais dicas de locução?  Assine a lista VIP para receber mais conteúdo como este!

    11 visualizações
    • Facebook - círculo cinza
    • Instagram - Cinza Círculo
    • YouTube - círculo cinza
    • Twitter - círculo cinza
    • LinkedIn - círculo cinza